Arquivo do mês: fevereiro 2015

Mies e Romano Guardini – Cartas para o Lago de Como

Mies em sua palestra em 1928 (em NEUMEYER, 1991, p. 299) intitulada de ‘Precondição do fazer Arquitetônico’: A arquitetura não era um problema apenas da construção, no sentido da organização dos espaços e da economia. Era sim algo relacionado ao … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Mies vs. Mondrian

Muito se descreve sobre as plantas e diagramas desta casa, sugerindo que foram influenciados pelas pinturas de Piet Mondrian. No entanto, o que Mondrian fez com quadros, Mies fez na arquitetura.  Ele buscava, assim como Mondrian, o espiritual. No entanto, … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sobre o espaço na Arquitetura

Zevi cita o crítico Geoffrey Scott que, seguindo tradições fisiopsicológicas, comenta que linhas, superfícies, volumes e massas tem um certo valor, mas não é o valor especifico da arquitetura: […] a arquitetura nos dá espaços com três dimensões, capazes de … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

“Veritas est adaequatio rei et intellectus” e seus significados

o falarmos de essência e da idade media, devemos retomar a frase de São Tomas de Aquino “Veritas est adaequatio rei et intellectus” . O motivo desta retomada é pelo fato de que não foram encontradas traduções esclarecedoras quanto as encontradas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A beleza para Santo Agostinho

“Tarde te amei, Beleza tão antiga e tão nova, tarde te amei! Tu estavas dentro de mim e eu estava fora, e fora de mim te procurava; com o meu espírito deformado precipitava-me sobre as coisas formosas que criaste. Estavas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário